Jogos Vorazes: Em Chamas

A narrativa fílmica dá continuidade à história de Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence). A garota do distrito 12 que com muita coragem, força e esperança venceu ao lado de Peeta Mellark (Josh Hutcherson) a 74ª edição dos Jogos Vorazes.

Após a vitória dos tributos do distrito 12, a população inicia uma revolta contra o Governo. Inspirados pela atitude desafiadora de Katniss ao fim dos Jogos Vorazes, a esperança e o desejo de mudar de vida reascende no coração dos moradores dos distritos. As pessoas ficam “Em Chamas”. Assim como a Capital, que começa a tomar atitudes cruéis para conter a revolução.

“As fagulhas se acendem, as chamas se espalham e a capital quer vingança”.

Katniss Everdeen, Em Chamas

Se no primeiro filme já podemos notar uma forte presença do espetáculo, neste segundo, a teoria se faz presente o tempo todo. Como vitoriosos dos jogos Katniss e Peeta passam a viver como “modelos”, com comportamentos moldados pela Capital. Para o Presidente Snow (Donald Sutherland), Katniss deve continuar seu falso romance com Peeta. A garota deve convencer que o único motivo de não ter tentado vencer os jogos sozinha foi por estar apaixonada pelo padeiro.

De discursos forjados a um casamento de fachada, Katniss e Peeta fazem de tudo para tentar conter a revolução vivendo uma falsa história de amor.

“O espetáculo que inverte o real é produzido de forma que a realidade vivida acaba materialmente invadida pela contemplação do espetáculo, refazendo em si mesma a ordem espetacular pela adesão positiva. A realidade objetiva está presente nos dois lados. O alvo é passar para o lado oposto: a realidade surge no espetáculo, e o espetáculo no real. Esta alienação recíproca é a essência e o sustento da sociedade existente”. (Trecho do livro, A Sociedade do Espetáculo, de Guy Debord)

“ – Incline-se um minuto primeiro – ele diz – Preciso te dizer algo.

Eu me inclino e coloco meu ouvido bom nos lábios dele, o que provoca cócegas quando ele sussurra.

– Lembre-se, estamos loucamente apaixonados,
então não tem problema me beijar quando sentir vontade”.

Katniss e Peeta, Em Chamas

Se a realidade surge no espetáculo, e o espetáculo no real, até que ponto as atitudes, sentimentos e emoções podem ser fingidos? O verdadeiro passa a ser momento do falso e vice-versa. Os tributos vencedores apropriam-se do espetáculo e passam a realmente viver a farsa, embarcando em um romance que vai surgindo aos poucos.

“Se você morrer, e eu continuar vivo, acaba a vida pra mim no Distrito 12.
Você é toda a minha vida. Eu nunca mais seria feliz”.

Peeta Mellark para Katniss Everdeen, Em Chamas

O clima de romance é destruído quando Snow anuncia uma edição especial dos Jogos Vorazes, o Massacre Quartenário, que acontece a cada 25 anos e obriga dois vitoriosos de cada distrito a participar.

Snow não poupa esforços para derrubar Katniss, a heroína símbolo de esperança para os 12 distritos de Panem. A protagonista do filme deixa cair por terra a ideia de que a mocinha é frágil e quer apenas viver um grande amor.

Katniss parece estar o tempo todo procurando seu lugar no mundo enquanto ele desmorona ao seu redor. Ela não precisa ser salva, ela salva. Além de ter que se preocupar em salvar a própria pele, a protagonista ainda é responsável pela segurança do ‘frágil’ Peeta e de toda a família, além de ser a ‘líder’ de toda uma rebelião contra o governo.

Jogos Vorazes dá a mulher um novo papel, de heroína, forte, batalhadora, que não precisa de um homem para salvá-la. A estória de amor tem papel secundário na série, e deixa espaço para uma estória muito mais interessante, a de uma guerra civil em uma distopia futura. Katniss Everdeen é o tipo de mulher que você ia querer ao seu lado em uma batalha apocalíptica.

“Chorar não é uma opção”

Katniss Everdeen, Em Chamas

O filme conquista e deixa o telespectador vidrado, incríveis cenas de ação provocam diversos sentimentos em quem assiste: entusiasmo, ansiedade, angústia, tudo isso mesclado com esperança, amor, solidariedade, que dominam os corações até dos mais durões.

O longa desperta questionamentos típicos da atual sociedade em que vivemos. Poder, dinheiro, fama é realmente tudo o que precisamos? E se para salvar os que você ama você precisasse deixar de ser quem é e se transformar em um personagem? Até que ponto o real é falso e o falso é real? Será que somos realmente importantes na vida de alguém? E se morrêssemos, sentiriam nossa falta?

São perguntas que podem, ou não, ser resolvidas ao final do filme, que termina de maneira tensa, preparando o terreno para a parte três. O filme vale a reflexão… Você sairá literalmente Em Chamas.

 

“E que a sorte esteja sempre a seu favor”

The Hunger Games

 

Referências:

http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/socespetaculo.html

 

FICHA TÉCNICA

JOGOS VORAZES: EM CHAMAS

Título Original: The Hunger Games: Catching Fire
Direção: Francis Lawrence
Elenco: Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Elizabeth Banks, Sam Claflin, Jena Malone, Stanley Tucci, Philip Seymour Hoffman, Woody Harrelson
País de Origem: EUA
Gênero: Aventura
Classificação etária: 12 anos
Tempo de Duração: 146 minutos
Ano de Lançamento: 2013