A fuga da vida capitalista e o respeito à natureza

Em Walden, de Henry D. Thoreau, o leitor poderá ver a construção da crítica ao capitalismo de um ponto de vista que favorece a autossuficiência

A crítica ao capitalismo é cada vez mais constante na literatura, e muito necessária para que as pessoas repensem a maneira que vivem. Para os interessados em modelos alternativos de vida e ecologia, alheios à loucura do cotidiano, Walden, de Henry D. Thoreau é uma das primeiras obras que abordam o assunto.

A Edipro relança o clássico para os interessados em filosofia, sociologia e nos estudos dos malefícios do capitalismo. O relato é uma autobiografia do estadunidense – naturalista, ativista, historiador, filósofo e transcendentalista – sobre o período de retiro em uma cabana nos bosques, às margens do lago Walden. Nesta aventura, ele desvenda a vida simples e autossuficiente.

Na pequena cabana na floresta, constrói suas habitações e móveis, planta a própria comida e se descobre espiritualmente. Cercando-se de uma vida autossustentável, cria sua utopia. Ainda que seja uma crítica à vida urbana do século XIX, Thoreau ainda é capaz de suscitar importantes reflexões sobre o modo de vida comum.

O livro é a manifestação dos ideais de um dos maiores críticos da civilização industrial na história. Publicado em 1854, permeia temas não superados até hoje pelo homem contemporâneo, como o direito à liberdade e o respeito à natureza. E tudo começa com um instigante experimento social.

Em mais de um século de existência, Walden, de Henry D. Thoreau, tornou-se uma referência para movimentos libertários, ecologistas e para todos aqueles que buscam uma vida mais harmônica.

Henry David Thoreau. Fonte: https://goo.gl/mbR3AC

Sobre o autor: Reconhecido, hoje, principalmente como autor e ativista político, Henry David Thoreau transitou ainda pela Poesia, pelo Naturalismo, pela História e pela Filosofia. Nascido em 1817, aos 20 anos de idade formou-se em Literatura Clássica e Línguas. No ano seguinte (1838), fundou uma escola com o irmão. Em 1845, aos 27 anos, foi viver na floresta em busca de liberdade. Construiu uma casa às margens de um lago nas terras do poeta Ralph Waldo Emerson, amigo de longa data. Dessa experiência nasceu o livro Walden, uma referência para o pensamento ecológico até os dias atuais. Thoreau faleceu em 1862, vítima de tuberculose.

 

Ficha técnica:

Editora: Edipro

Gênero: Ciências sociais

Preço: R$ 45,00

ISBN: 9788552100133

Edição: 1ª edição, 2018

Tamanho: 14×21

Número de páginas: 288