Ação no Povo Karajá-Xambioá

Os Karajás do Norte ou como gostam de serem conhecidos: os Xambioás fazem parte do povo Iny que são compostos pelos Karajás da Ilha, os Karajás-Xambioás e os Javaés, essas três etnias possuem parentesco próximo. A etnia é composta por 6 aldeias, dessa maneira dividimos a ação em 3 partes. Ficamos os 2 primeiros dias nas proximidades da aldeia Xambioá (devido seu tamanho), no 3º dia nas proximidades das aldeias Kurehê e Hawatymyra e no 4º dia nas proximidades de Warilyty, Santo Antônio e Maranduba, no último dia realizamos algumas visitas, conversamos com os caciques e fizemos os encaminhamentos necessários a equipe de área para acompanhamento.

Diferente da etnia Apinajé os Xambioás são bem habituados aos costumes do “branco”, são um povo muito receptivo e, diferente da típica timidez das mulheres e crianças, são muito hospitaleiros e participativos, as crianças são comunicativas e falam muito bem a nossa língua, não se vê pela aldeia a prática de fabricação de artefatos e artesanato, nem se escuta a língua materna.

O povo Xambioá é muito ciente dos seus direitos, mas talvez devido sua proximidade com nossa cultura, assimilou alguns de nossos sofrimentos, como a violência doméstica, o uso de álcool, e o desrespeito aos mais velhos, mesmo por parte das crianças.

Jaqueline Calafate

Jaqueline Calafate
Psicóloga. Mestranda em Desenvolvimento Regional. Conselheira Vice-Presidente do CRP-23. Referencia Técnica do Programa de Saúde Mental Indígena. Ministério da Saúde - Secretária Especial de Saúde Indígena, Distrito Sanitário Especial Indígena Tocantins.