Água: purificação, intuição e sensibilidade

“Como rio que jorra, desaguando num mar de emoções…”

Por Irenides Teixeira

Psicóloga, Fotógrafa, graduada em Publicidade e Propaganda com mestrado em Comunicação e Mercado. Professora e coordenadora de Comunicação Social do CEULP/ULBRA.

 

As pessoas são diferentes em si mesmas, mas feitas da mesma matéria:
Água, fogoterraar e Deus.

Bebe do cálice, engole da fé.
O canto da sereia dita o bailado da maré.
Como água viva serpenteando pela imensidão da vida,
Como rio que jorra, desaguando num mar de emoções,
Como um barco correndo para longe,
Despedida, reencontro, renascer.
Sentimento oceânico,
O movimento que
Vai acontecer.

Hudson Eygo

 

Irenides Teixeira
Psicóloga, Fotógrafa, graduada em Publicidade e Propaganda com mestrado em Comunicação e Mercado. Doutora em Educação pela UFBA (2014). Atualmente é professora e coordenadora do Centro Universitário Luterano de Palmas nos cursos de Comunicação Social e Psicologia.  E-mail: irenides@gmail.com