Experimentação e os (des)caminhos do olhar

“Experimentar é traçar caminhos para definir conceitos”

Por Irenides Teixeira

Psicóloga, Fotógrafa, graduada em Publicidade e Propaganda com mestrado em Comunicação e Mercado. Professora e coordenadora de Comunicação Social do CEULP/ULBRA.

Experimentar é ter coragem.
A gente experimenta, arriscando.
A gente experimenta, pensando.
A gente experimenta, pesando.
A gente experimenta, testando.
A gente experimenta, ganhando ou perdendo.

Experimentar é traçar caminhos para definir conceitos
Então experimentar é ‘pré-conceituar’
Só experimenta, o consciente
Só experimenta, o valente
Só experimenta, o crente
Que vê na experiência, o novo olhar.

Irenides, experimenta.
Irenides, descaminha
Irenides, alinha
Das próprias telas, a experiência.
Desvela, Irenides!
Destela!

Jocyelma Santana

Irenides Teixeira
Psicóloga, Fotógrafa, graduada em Publicidade e Propaganda com mestrado em Comunicação e Mercado. Doutora em Educação pela UFBA (2014). Atualmente é professora e coordenadora do Centro Universitário Luterano de Palmas nos cursos de Comunicação Social e Psicologia.  E-mail: irenides@gmail.com