Histórias e Fotografias

“Lugares amplos, feitos de luzes, sombras e religiosidade…”

Por Marcelo Sampaio e Carlos Henrique C. Gonçalves

Pelas lentes de uma Leica de 1950, Marcelo Sampaio nos apresenta Histórias e Fotografias. Com seu olhar atento e demasiadamente humano, registra indícios de uma história de doações financeiras, reformas prediais, religiosidade, atendimento em saúde, cultura popular, poder e fantasias de passado e futuro. Indícios presentes na aura de dois grandes hospitais marilienses, Santa Casa de Misericórdia e Hospital das Clínicas. Indícios

E como ele mesmo diz, “não importa em qual direção você observa o hospital, em meio as suas poucas luzes que penetram pelas janelas abertas, a história salta aos nossos olhos nos contornos iluminados dos objetos e das pessoas presentes nesse ambiente. Lugares amplos, feitos de luzes, sombras e religiosidade, preenchidos de pessoas no ato de espera, de funcionários atrás de portas e balcões (ou pelos corredores) e de mobiliário eclético…”

Marcelo Sampaio é bacharel e licenciado em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP, campus de Marília, SP (1997), e técnico em fotografia pelo SENAC. Atua como fotógrafo e professor de História em Marília, SP.

Carlos Henrique C. Gonçalves possui graduação em Filosofia pela Universidade Estadual Paulista – UNESP, campus de Marília, e mestrado em Design pela mesma instituição, campus de Bauru. Tem experiência como jornalista e trabalha como designer gráfico freelancer. Atualmente cursa Comunicação Social – Jornalismo no CEULP/ULBRA.

Histórias e Fotografias, de Marcelo Sampaio, é fruto de um projeto maior de extensão universitária idealizado, em 2006, pela professora doutora Viviane Galvão, da Universidade Estadual Paulista – Unesp, campus de Marília, São Paulo. Esse projeto propôs motivar o debate em torno da questão da humanização da saúde pública a partir da história de dois grandes hospitais marilienses, Santa Casa de Misericórdia e Hospital das Clínicas. E contou com a colaboração de três historiadores, Valdeir Agostinelli Pereira, Maria de Lourdes Lima,e o próprio Marcelo, e um designer gráfico, Carlos Henrique C. Gonçalves.

bacharel e licenciado em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP, campus de Marília, SP (1997), e técnico em fotografia pelo SENAC. Atua como fotógrafo e professor de História em Marília, SP.