Negociando com a Loucura

“Em setembro de 2011 comecei a produzir compulsivamente”

Por Sérgio Lobo

É Artista. Professor com Pós-graduação em Língua Portuguesa e Literatura. Possui Licenciatura Plena em Letras – Português. E-mail: lobodarocha@gmail.com, Blog: http://atelie21.blogspot.com.br, Portfólio Virtual: www.flickr.com/photos/sergio_lobo/ Cel. 8402-7592

Tive problemas no meu ofício de professor.
Estou de licença médica por depressão e ansiedade.
E fiquei meses “vegetando” e não queria fazer nada em minha vida.
Só dormir.
Era a melhor parte do dia, dormir, tomar os remédios e desmaiar.
Fiquei assim meses.
Desejei ter uma doença terminal pra eu ir embora desse mundinho.
Tive muitos pensamentos obsessivos, flertei com o suicídio e namorei a Loucura.
Quando o médico perguntou: O que você gostaria de fazer?
Respondi: Se eu fosse fazer algo, iria desenhar e pintar.
E ele disse: Por que não começa? Arrisque!
Como eu não tinha mais nada a perder…
Em setembro de 2011 comecei a produzir compulsivamente.
E assim…
Vou negociando com a Loucura e mantendo-me vivo.

Sérgio Lobo da Rocha
Artista. Professor com Pós-graduação em Língua Portuguesa e Literatura. Possui Licenciatura Plena em Letras – Português. E-mail: lobodarocha@gmail.com, Portfólio Virtual: www.flickr.com/photos/sergio_lobo/ Cel. 63-8402-7592