Reciclando Sonhos na ASCAMPA

“Há quem diga olê, olê, olê, olá,
Catador de norte a sul e de acolá,
Nesta marcha sem parar,
Caminhar é resistir,
E se unir é um reciclar.”

Hino Nacional dos Catadores

Material reciclável e lixo são muitas vezes confundidos; assim, vale destacar que lixo – considerado por muitas pessoas como aquilo que não presta – é constituído por uma parcela de 40% de materiais recicláveis. Dessa forma, nem tudo que vai para o lixo “não presta” de fato. Material reciclável ou reutilizável é um resíduo sólido que constitui interesse de transformação. É nesta transmutação do lixo em mercadoria que entra o personagem central deste vídeo (produzido por alunos do Curso de Comunicação da UFT), o catador (que é também separador, prensador, vendedor, articulador, conscientizador) de materiais recicláveis, um reciclador de sonhos como aborda o vídeo.

Espera-se pelo dia em que consigamos superar a visão distorcida que temos sobre o lixo. Afinal historicamente, o lixo foi tratado pejorativamente como algo a ser expurgado de dentro das casas, comércios e indústrias, pois um “alguém” passará para retirá-lo da frente dos nossos olhos. Quem sabe consigamos superar esta sensação de repulsa com o “lixo” e com as pessoas que vivem dele?

 

 

Psicóloga, Mestre em Educação e Doutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações. Professora de Psicologia no Curso de Administração da Universidade Federal do Tocantins - UFT