europe night

(Com)viver e estudar na Europa: um fascínio

Muitos jovens têm a oportunidade de fazer intercâmbios, estudar em outros países… este não foi meu caso… estou tendo este “presente” somente agora, ao cursar doutorado. Então, aquela máxima de que “estudar nos faz viajar” é real!

Eu estudo no Programa de Psicologia Social da UnB (www.psto.com.br) e minha tese envolve a aplicação de um método em Clínica Psicodinâmica da Cooperação com catadores de materiais recicláveis em Palmas – TO… explicar um trabalho de tese é sempre complexo… mas explicar meu tema aqui na Bélgica, tem sido mais difícil ainda, porque não existe esta ocupação/profissão aqui!

O que me trouxe a Bélgica foi um projeto de Cooperação Internacional entre a UnB e a Université Catholique de Louvain La Neuve (www.uclouvain.be). Meu estágio sanduiche nesta universidade é de quatro meses.

Sala de aula na Université Catholique de Louvain La Neuve  Foto: Liliam Ghizoni

Minha rotina aqui é de basicamente duas coisas: estudar e viajar. Eu faço aulas de Francês de segunda a sexta. Curso também duas disciplinas com meu professor orientador aqui da Bélgica (Thomas Perilleux). Uma mais teórica sobre o mundo do trabalho com um histórico sobre a economia solidária e outra mais prática, envolvendo a psicossociologia clínica. Também faço orientações/supervisões em grupo, onde apresento os dados da minha tese e fazemos as discussões teóricas, metodológicas e de formação, ou seja, terei muita coisa para pensar e escrever na minha volta ao Brasil.

Moro numa cidade chamada Wavre (http://www.wavre.com), num bairro bem arborizado com direito a visita de esquilos na minha janela! Aliás desta mesma janela pude observar três estações: o final do verão com tudo florido e lindo… eles tem um cuidado especial em colocar flores em todos os jardins e também em muitas portas e janelas das casas. Depois veio o outono, eu diria a estação de cores fantásticas… quase monocromáticas, mas lindas… as folhas vão ficando marrons e caindo, uma a uma… impressionante!

Os caminhos em tempos de outono. Foto: Liliam Ghizoni

Agora estamos em pleno inverno, com direito a neve quase todos os dias… um espetáculo maravilhoso… mas muito gelado para o meu gosto…ah, não posso esquece de dizer que se eu pudesse definir uma cor para a Bélgica seria Cinza… pois é sempre assim, chuvoso…como podem perceber nas entrelinhas a saudade do sol de Palmas está ecoando…

Minha casa fica há 4 km da universidade, que é uma vila, onde os carros não entram, bem diferente e bem interessante.  Então, como boa estudante utilizo o ônibus, como transporte, todos os dias… faça chuva ou neve.

Rumo ao ponto de ônibus. Foto: Liliam Ghizoni

Estar na Bélgica me fez conhecer vários lugares daqui e de outros países. E isto me fez ver que é necessário ter desprendimento, ter coragem, ter ousadia e perseverar… muitas viagens me motivaram a continuar aqui e não largar tudo e ir embora, porque a saudade é grande… não importa quantos anos a gente tenha… avalio que a internet me ajudou muito a superar a distância, pois os emails, bate papos, skype, hangout me ajudaram muito a sentir o calor das pessoas que amo.

Aqui conheci diversos lugares, culturas, pessoas e comidas. Daria para fazer um post de cada um… mas viver em cada cidade é uma lição diária, pois são hábitos diferentes, língua diferente e pessoas que se relacionam de maneira diferente.

Da Belgica conheci além de Wavre e Louvain La Neuve, Bruxelas, Namur, Liege e Bruges, cidades exóticas, com um detalhe especial para Bruges que é medieval e também intitulada como a capital da cerveja e do chocolate! Em Amsterdan parece que a cidade vive em função do turista, então todos te tratam muito bem, apesar da língua local ser o holandês! Em Londres tudo ao contrário: trânsito, motoristas, direção do carro, tipos de táxis e ônibus, moedas sem o valor descrito… so dava para ver a cara da rainha, mais nada… impossível saber quanto valia! Roma, Milão e Sicília na Itália me deram um gás a mais, um detalhe todo especial vai para a cor do Mar Mediterrâneo, lindo!!! Na França primeiro fui em Strasbourg uma cidade acolhedora e linda! Depois Paris… ah Paris… maravilhosa, mil lugares para visitar e conhecer para além dos pontos turísticos! Conheci também Mont Saint Michel na Normandia, um lugar calmo que respira tranquilidade, é um castelo construído numa rocha rodeada pelo mar, espetacular! Alemanha… bom… fui em Freiburg e irei a Munique, espero que as impressões melhorem!

Liliam em de seus passeios. Foto: Arquivo Pessoal

Aqui fica as impressões de uma Psicóloga vivenciando outras culturas…

experienciando novas loucuras.

Psicóloga, Mestre em Educação e Doutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações. Professora de Psicologia no Curso de Administração da Universidade Federal do Tocantins - UFT
Autor / Co-Autores: