Vestígios artísticos de Sérgio Lobo

Os traços oblíquos e as cores fortes de Sérgio Lobo dão forma e significado ao que antes era inanimado, acromático, insosso e sem brilho.

Sua obra, pitoresca, sinuosa e – por vezes – agressiva, tem a capacidade de evocar desejos e memorias antes esquecidas. É quando a arte se confunde com a vida, por meio dos contornos, das cores, das combinações, da extensão e dos movimentos.

Uma linguagem nada linear que traduz em emoções a aquarela de sabores que só pintura pode nos proporcionar. Basta um rápido mergulho nesse vasto mundo para experimentarmos uma explosão de sentimentos.

Irenides Teixeira
Psicóloga, Fotógrafa, graduada em Publicidade e Propaganda com mestrado em Comunicação e Mercado. Doutora em Educação pela UFBA (2014). Atualmente é professora e coordenadora do Centro Universitário Luterano de Palmas nos cursos de Comunicação Social e Psicologia.  E-mail: irenides@gmail.com
Autor / Co-Autores: