Atrás de toda celebridade, tem um fã

 

Atores, cantores, humoristas, atletas, jornalistas, personagens da ficção, séries, filmes, novelas, livros, reais ou direto da ficção, todos são figuras públicas com espaço nas diversas mídias. Mas não seriam famosos se não fosse uma pessoa ou uma legião de pessoas, os fãs. O fã é aquele que gosta de estar por dentro do mundo do seu ídolo. Alguns são fanáticos, loucos por celebridades, ao ponto de quererem se tornar parecidos. Por isso, as perguntas: o que é ser fã? Este ‘ser’ é controlado pelos veículos de comunicação ou pela indústria cultural?

 Segundo o dicionário Aurélio, a palavra “fã” significa: “pessoa que tem grande admiração por artistas (de cinema, teatro, televisão) ou figuras populares (campeões esportivos, jogadores de futebol etc.)”. Na sociedade, há vários tipos de indivíduos assim, alguns são até mesmo retratados pela própria mídia. Um exemplo recente é a personagem Valdirene da telenovela “Amor à Vida”,  interpretada por Tatá Werneck. A figura é uma fã fake,pois na verdade busca também a famosidade dos ídolos.

 Os fãs, numa definição simples, são admiradores de pessoas midiáticas, porém essa mesma admiração pode ser tornar uma doença, uma obsessão, ao ponto de fazer alterações no corpo, na voz, no cabelo e replicar um guarda-roupa igual a sua celebridade idolatrada. O “Capitão Hayes” é um personagem ficcional de um desenho animado famoso no Brasil  que retrata uma pessoa com “Síndrome de Adoração a Celebridade” (SAC). O personagem sequestra um mega avião no vôo inaugural, cheio de celebridade, com a intenção de se tornar o único amigo.

 A equipe do Portal (En)Cena questionou sobre o que é ser fã para as pessoas. Leia algumas respostas:

 “Ser fã é ter alguém como referencial, ter uma admiração, e as vezes isso pode ser ao extremo como podemos ver nas mídias. Pessoas que fazem tatuagens pelo seu ídolo, acampam dias na frente dos shows, fazem promessas, etc.” Laryssa Martins

 “Ser fã é compreender tão bem o trabalho de alguém a ponto de fazer com que aquela compreensão faça parte do seu dia a dia, remontando seus valores e construindo sua personalidade com base nos aspectos que você admira em algum ídolo.” Hérica Rocha

 “Fã é um admirador por uma determinada pessoa, por algo que ela faça, ou seja, para mim ser fã é diferente de ser idolatra. Idolatria é colocar uma pessoa ou algo acima de qualquer coisa na sua vida.” João Coelho

 O entrevistado João Coelho é fã do universo gospel, além de acompanhar informações, ele repassa  o conteúdo para o um portal de informações do mesmo ramo, em Palmas(TO). No tempo livre, trabalha como DJ para festas e show do gênero gospel e comenta sobre essa troca de papel, de deixar de ser fã e se tornar celebridade.  “Bom, primeiro não acho que eu tenha fãs (risos), talvez minha mãe, minha namorada (risos), mas caso eu tenha, acho legal, desde que eu não esteja tomando o lugar de Deus na vida da pessoa”, esclarece.

 Fã que é fã sempre faz ou já fez uma loucura para estar próximo do seu ídolo. Veja o exemplo de Brisa (nome ficcional). Quando ela descobriu que a sua banda favorita iria tocar no sul do país, resolveu pegar um vôo para assistir ao show numa terra totalmente desconhecida. Olhe só a história.

Sou fã de uma banda uruguaia [No Te Va Gustar] e no fim do ano de 2011 fiz uma promessa de que iria assistir a um show da banda em 2012 onde quer que fosse que eles tocassem. E assim eu o fiz, em abril de 2012, descobri que a banda iria tocar em Porto Alegre/RS, eu não conhecia a cidade nem ninguém que morasse lá, mesmo assim comprei passagem e fui lá assistir ao show da minha banda preferida. Enfrentei 8 horas de voos e paradas em aeroportos, até chegar em Porto Alegre, fiquei menos de 24 horas na cidade, fui exclusivamente para assistir a apresentação. Fui para o local do show, assisti a tudo e duas horas depois do final do show eu já estava embarcando de volta para a minha cidade com a alma leve e feliz da vida por ver os meus ídolos cantando. O show foi incrível, cantei, gritei, chorei, me emocionei mesmo. Valeu cada centavo que gastei nessa viagem relâmpago“, conta Brisa.