CAOS: Manejo clínico de vítimas de violência doméstica

Nesta terça, 22 de agosto, ocorreu no Ceulp/Ulbra o minicurso “Manejo clínico de vítimas de violência doméstica”, ministrado pela Psicóloga Verônica Ribeiro Franco Vilela, como parte da programação do Congresso Acadêmico de Saberes da Psicologia (Caos). Verônica é Psicóloga clínica, foi psicóloga Forense na Vara de Violência Doméstica de Palmas – TO (2010 a 2016), coordenadora da equipe multidisciplinar da Vara de Violência Doméstica de Palmas – TO (2013 a 2016) e Supervisora de campo na Ênfase Prevenção e Promoção de Saúde para os Acadêmicos de Psicologia do CEULP (2013 a 2016).

A psicóloga, que adota o viés psicanalítico, contou com a colaboração do Psicólogo egresso do Ceulp/Ulbra Eliézio Feitosa Freitas. Juntos apresentaram informações sobre as configurações e dinâmicas da violência doméstica, ilustrando com suas experiências na Vara de Violência Doméstica de Palmas, na qual ela atuou com Psicóloga e ele como estagiário.

Verônica iniciou sua fala com o panorama atual da mulher violentada na sociedade, no qual julgamentos inadequados são recorrentes, juntamente culpabilização e estereotipagem. A profissional alerta que não se utilize somente os termos ‘vítima’ e ‘agressor’, uma vez que essas pessoas ‘estão’ em situação de violência, e não ‘são’ a violência propriamente dita. Segundo ela, devido à estigmatização de papéis, muitos processos de recuperação teriam sido afetados.

De acordo com a ministrante, a violência doméstica pode ser definida como qualquer conduta de ação ou omissão de discriminação, agressão ou coerção, e que cause dano à mulher, sendo eles: morte, constrangimento, limitação sofrimento físico, sexual, moral, psicológico social, político, econômico e material. Para se configurar como tal uma agressão deve acorrer nas seguintes circunstâncias: no âmbito da unidade doméstica, no âmbito da família ou em qualquer relação íntima de afeto.

Fortemente abordada, a progressão nas formas de violência doméstica e familiar, segundo a psicóloga, tem o ápice de denúncias com a violência física, porém pode ser psicológica, sexual, patrimonial e moral. Eliézio e Verônica compartilharam situações ocorridas nos atendimentos, de modo que o os participantes puderam estabelecer conexões entre as teorias e a prática.

Para o acadêmico de psicologia Eduardo Busquets, que participou do minicurso, pôde-se perceber a apresentação do viés da atuação na Psicologia Forense ou Judiciária com suas possibilidades e limitações práticas, “além da discussão e apresentação de conceitos teóricos da psicologia, foi possível perceber que esse aporte tem que caminhar articulado à interpretação da legislação”, pontua.

Em pesquisa realizada sobre violência doméstica e familiar contra as mulheres no Brasil, divulgada no mês de Junho, revela-se um aumento no número de mulheres que declaram ter sofrido algum tipo de violência doméstica: o percentual passou de 18%, em 2015, para 29%, em 2017. Mais de 212 mil processos registrando casos de violência doméstica e familiar foram abertos no Brasil em 2016.

O Congresso

Durante os dias 21 a 25 de agosto de 2017, semana em que se comemora o Dia do Profissional de Psicologia, o Congresso Acadêmico de Saberes da Psicologia (Caos) acontece no Ceulp/Ulbra contando com uma série de atividades que se debruçam sobre um dos temas mais emergentes da contemporaneidade, a violência. Temas como ‘Manejo clínico de vítimas de violência doméstica’, ‘Violência no Trânsito’, ‘Prevenção ao Suicídio e automutilação’, ‘Violência nas redes: em que momento nos tornamos tão insensíveis ao outro?’, ‘Alienação Parental no contexto sociojurídico’, ‘Violência e Sofrimento Psíquico no Trabalho’ e ‘Mídia, Corpo e Violência’ serão alguns assuntos abordados, dentro de uma programação que envolve aproximadamente 30 atividades.

Serviço:

O que: Palestra e mesas-redondas

Quando: 21 a 25 de agosto de 2017
Onde: Auditório Central do Ceulp/Ulbra

Realização: Curso de Psicologia do Ceulp/Ulbra

Apoio: Conselho Regional de Psicologia – CRP-23, Prefeitura de Palmas, Jornal O Girassol, Psicotestes, GM Turismo, Coordenação de Extensão do Ceulp/Ulbra, Coordenação de Pesquisa do Ceulp/Ulbra.

Mais informações:

Coordenação de Psicologia: Irenides Teixeira (63) 999943446
Assessoria do Ceulp/Ulbra: 3219 8029/ 3219 8100
Programação e Inscrições: http://ulbra-to.br/caos/

Notícias do Evento: http://encenasaudemental.net/mural